Published On: qui, mar 12th, 2015

Pílula do Dia Seguinte – Como Tomar, Faz mal, Efeitos Colaterais

Confira tudo sobre a famosa Pílula do Dia Seguinte. Saiba se faz mal tomar sempre, seus efeitos colaterais, o jeito e hora certa de tomar, as diferenças entre ela e os anticoncepcionais convencionais.

Muito se fala e muitas dúvidas ainda existem sobre a pílula do dia seguinte. Após o ato sexual, qual o tempo máximo que eu tenho para tomá-la? Ela é abortiva? Faz mal para a saúde? Enfim são diversas perguntas que muitas vezes ficam sem resposta, pois a mulher não tem a quem perguntar.

Por isso hoje vamos tentar esclarecer o máximo dessas dúvidas possível sobre a Pílula do Dia Seguinte, que pode ser comprada em qualquer farmácia por cerca de R$ 20 reais, sem a necessidade de receita médica.

“Menina
PUBLICIDADE
“Menina

Pílula do Dia Seguinte

Em primeiro lugar é necessário entender que a Pílula do Dia Seguinte é um método contraceptivo de emergência, ou seja, ela só deve ser usada em casos inesperados, por exemplo, quando a camisinha estoura ou quando a mulher esquece de tomar a pílula anticoncepcional durante dois a três dias. Dessa forma é importante frisar que a pílula do dia seguinte jamais deve ser usada habitualmente, e não substitui os métodos convencionais de controle de natalidade.

Como a pílula do dia seguinte funciona? Ela é abortiva?

Não, ela não é abortiva! Ela funciona antes da ovulação, impedindo a liberação do óvulo, evitando assim a fertilização. Agora se a fecundação já tiver ocorrido, a pílula irá provocar uma descamação do útero, impedindo a implantação do óvulo fecundado. Caso o óvulo já tenha sido fecundado e implantado, ou seja, já tenha iniciado a gravidez, a pílula do dia seguinte não terá nenhuma efeito. Por isso é importante respeitar o limite de tempo máximo para tomá-la.

Qual é a hora certa para se formar a pílula do dia seguinte?

O ideal é que a mulher tome a pílula o mais rápido possível após a relação sexual. Porém ela pode fazer isso em até 72 horas após a relação, obviamente quanto mais demorar o risco dela falhar é maior. Nas primeiras 24 horas após a relação a eficácia da pílula é de 88%, essa porcentagem vai diminuindo a medida que as horas vão passando.

Normalmente a pílula do dia seguinte é vendida em dose única ou duas doses. Caso seja uma dose única, tome o medicamento o mais rápido possível após a relação. Já se for dose dupla, tome um comprimido o mais rápido possível após a relação e espere 12 horas para tomar o outro. Porém, caso ache melhor, para não esquecer por exemplo, você pode tomar os dois comprimidos de uma vez que não terá problema.

A pílula do dia seguinte substitui o uso de preservativo ou pílulas anticoncepcionais?

De jeito nenhum! O uso de preservativo é indispensável, pois além de evitar a gravidez, ainda protege de uma série de doenças sexualmente transmissíveis.

Ela também não deve ser usada no lugar da pílula anticoncepcional, pois a pílula do dia seguinte cai como uma “bomba” hormonal em seu corpo. Para se ter uma ideia, uma pílula do dia seguinte, equivale a 10 dosagens de anticoncepcional comum. Devido a isso ela gera uma série de efeitos colaterais como alteração no ciclo menstrual e do tempo de ovulação, dores de cabeça, náuseas, vômitos, sensibilidade nos seios, entre outros. Portanto ela só deve ser usada em casos de emergência.

Contraindicações

Ela não é recomendada para mulheres com insuficiência hepática, tromboembolismo venoso, doença hematológica (do sangue), vascular, mulheres hipertensas ou obesa mórbida.

Preciso de receita médica para comprar a pílula? Posso pegar no posto de saúde?

Não é necessário de receita médica para adquirir a pílula do dia seguinte na farmácia. Também não é exigida receita no posto de saúde.

Após tomara pílula estou protegida até a menstruação?

Não! Ela somente serve para a relação que aconteceu antes de ter tomado a pílula.

Após tomar a pílula do dia seguinte, quanto tempo tenho que esperar para continuar tomando a pílula anticoncepcional?

Você deve esperar chegar a menstruação para tomar uma nova cartela de pílula. Porém como já dissemos anteriormente, a pílula do dia seguinte não irá de proteger em futuras relações sexuais, portanto é indispensável o uso do preservativo.

Lembrando que nenhuma informação desse site substitui um parecer médico e sempre recomendamos uma visita ao seu ginecologista antes de utilizar qualquer tipo de método contraceptivo. 

“Menina


“Menina